9 Erros Comuns ao Implantar o Certificado SSL


No post anterior dei 5 dicas para ter um site seguro em HTTPS, mostrando os passos básicos para implantação do Certificado SSL.

Porém, por se tratar de um protocolo de segurança que tem padrões estabelecidos, muitas vezes nesse processo podem ocorrer alguns erros  que dificultam a implantação.

Erros na implantação de Certificado SSL

O Search Console do Google nos traz alguns dos erros que ocorrem com frequência ao implantar um Certificado SSL:

  1. Certificado está expirado: Importante verificar a validade do certificado;
  2. Certificado com nome de website errado: Fique atento se você registrou o certificado com o nome do seu domínio corretamente. Como exemplo, ao registrar o certificado para www.meusite.com.br e o site estiver configurado para usar meusite.com.br, haverá um erro de incompatibilidade com o nome do certificado;
  3. SNI ausente: Verifique se o servidor da web oferece suporte a SNI (Indicação do Nome do Servidor, em português) pois, embora seja compatível com todos os navegadores atuais, para navegadores antigos será necessário ter um IP dedicado;
  4. Problemas no rastreamento: transcrita na dica 4 das “5 dicas para meu site em HTTPS”;
  5. Problemas na indexação: Da mesma forma, segue a orientação transcrita na dica 4 das “5 dicas para meu site em HTTPS”;
  6. Versões antigas do protocolo: Versões antigas do protocolo são vulneráveis, portanto é preciso implementar as últimas versões do protocolo;
  7. Elementos de segurança mistos: Incorpore somente conteúdo HTTPS nas páginas HTTPS (imagens, objetos, etc.);
  8. Conteúdo diferente em HTTP e HTTPS: O conteúdo do site em HTTP e em HTTPS deve ser o mesmo;
  9. Erros de código para o status HTTP no HTTPS: Verifique se o website retorna o código de status HTTP correto (‘200 OK’) para páginas acessíveis e para páginas que não existem (‘404’ ou ‘410’);

Se precisar de ajuda para tornar seu site seguro, a Vega Web está oferecendo suporte total para aquisição e implantação do certificado em qualquer site que pretende realizar esta transição. Para mais informações, clique aqui e fale conosco através do formulário de contato, ligue ou acesse nosso chat.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *